10 Regras para a limpeza de superfícies de madeira

A madeira é um dos materiais mais versáteis na construção civil e na decoração de interiores. Sua utilização leva o ambiente do rústico ao sofisticado, dependendo da forma e quantidade em que é utilizada.

Mas, apesar de tão popular e flexível, é um material que costuma causar algumas dúvidas quanto à sua limpeza e higienização. Por ser poroso, é sensível a umidade e, dada sua composição orgânica, também é muito delicado a produtos químicos. 

Você já deve ter visto em sua própria experiência que não é qualquer produto que pode ser utilizado na limpeza desse material. E aí surgem algumas dúvidas. Para ajudar com isso, a MM Primo separou um guia prático e rápido de como limpar superfícies de madeira. Confira:

  1. A limpeza diária do assoalho pode ser feita com a vassoura de sua preferência ou com um aspirador de pó, com o bocal ideal para o local de limpeza.
  2. Semanal ou quinzenalmente (dependendo da frequência de utilização do recinto), é recomendável fazer uma limpeza completa com um pano úmido. A madeira natural permite que você misture pequenas quantidades de detergente ou desinfetante.
  3. É possível e até recomendado que a cera seja utilizada nos assoalhos, mas cuidado com o excesso desse produto em portas e batentes, para não tornar as superfícies gordurosas ao contato.
  4. Mas ATENÇÃO: o assoalho de madeira laminada exige alguns tratamentos especiais, já que o excesso de umidade pode danificá-lo. Limpe, a princípio, com uma vassoura de cerdas finas (sempre no sentido da próprio madeira, para não riscar) ou com um aspirador, desde que o bocal não seja excessivamente duro ou afiado. Para finalizar, passe um pano levemente úmido, quase seco. Um mop pode ajudar muito com esse controle de umidade. 
  5. Cera em laminados? Nem pensar!
  6. A limpeza de batentes deve ser mais parecida com a de mobílias do que com o tratamento utilizado no assoalho.
  7. Nas mobílias envernizadas, você pode utilizar lustra móveis com um pano macio.
  8. Caso a madeira seja rústica e/ou sem verniz, você pode ter mais dificuldades em tratá-la com produtos, pois elas absorvem absolutamente qualquer umidade na mesma hora. Nesse caso, opte por espanadores.
  9. Vale lembrar que o verniz ajuda não apenas na questão estética, mas também mantém os cupins longe. Existem, ainda, outros produtos especiais para isso. 
  10. Se a infestação de cupins já aconteceu, é melhor chamar uma descupinizadora ou se livrar do móvel antes que o problema se alastre.

E aí, anotou tudo? Agora sim, aposto que ficou mais claro como tratar esse importante e tão presente material! Se gostou dessa dica, continue acompanhando o nosso blog e veja mais conteúdos como este. 

Siga-nos também nas redes sociais para mais novidades como essa. E se ficou ainda alguma dúvida ou se você tem uma sugestão, fique à vontade para fazer o seu comentário.

A MM Primo fornece produtos de higiene e limpeza para empresas de qualquer porte ou segmento. Se é de um bom fornecedor que você precisa, conte com a gente! O nosso catálogo completo você encontra aqui: https://catalogo.mmprimo.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *