Novembro Azul: Conscientização do Câncer de Próstata

Novembro é considerado mundialmente o mês de combate ao câncer de próstata, sendo este

o segundo tipo de câncer com maior incidência na população masculina, com cerca de 29%

dos novos casos da doença que são diagnosticados, segundo informações do INCA (Instituto

Nacional de Câncer).

Em sua fase inicial, o câncer de próstata não costuma apresentar sintomas. Em sua fase mais

avançada é possível identificá-lo por: dor óssea, vontade de urinar com mais frequência e/ou

dores ao fazê-lo, sangue na urina ou sêmen e quando a gravidade é maior pode acontecer

insuficiência renal ou infecção generalizada.

Detecção e tratamento

Assim como qualquer tipo de câncer, se detectado em sua fase inicial é mais fácil de tratar e a

possibilidade do tratamento ser bem sucedido é aumentada, portanto, ao apresentar os sintomas, é

importante visitar um urologista ou ainda que não apresentem sintomas, homens entre 40 e 50 anos,

principalmente que tenham histórico da doença na família, devem conversar com seu médico para

decidirem em qual momento é interessante começar a fazer exames de rastreamento.

Quando está somente na próstata e não se espalhou para outras regiões, o tratamento pode ser feito

com cirurgia, radioterapia e observação. Se está localizado e avançado, junto com o os tratamentos já

mencionados é utilizado o tratamento hormonal. Se já se encontrar na fase metastática, tratamento

hormonal.

Prevenção

Como forma de prevenção, temos algumas atitudes que podem reduzir o risco de ter a

doença, entre elas:

  • Tenha uma alimentação saudável: consuma alimentos de origem vegetal, legumes, verduras, cereais integrais e evite alimentos ultraprocessados (prontos para consumo, embutidos, bebidas açucaradas);
  • Pratique atividade física regularmente;
  • Mantenha o peso corporal adequado;
  • Não fume;
  • Evite ou diminua o consumo de bebidas alcóolicas.

Por ser um tipo de câncer que atinge bastante a população masculina, é importante fazer

acompanhamento a partir da idade indicada. O autocuidado com alimentação, exercícios e

exames de rotina além de atenção ao próprio corpo são medidas importantes a serem

adotadas para se ter longevidade e saúde. Portanto, cuide-se.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×