Como escolher e utilizar o álcool para desinfecção de ambientes e superfícies

Antes mesmo do seu uso tão corriqueiro para a desinfecção das mãos, o álcool já era um produto muito usado para a assepsia de superfícies em geral. Não à toa, sua versão líquida é encontrada junto aos desinfetantes e multiusos nas prateleiras de qualquer supermercado.

É um produto eficiente, fundamental para a higienização geral e para a proteção contra fungos, vírus e bactérias. Mas existem algumas especificidades, pois é possível encontrar diferentes opções de álcool no mercado e suas aplicações diferem bastante.

Quer entender mais a respeito? Vamos lá.

Primeiro de tudo: existe um tipo de álcool em gel para limpeza e outro para higienização das mãos. Quando for comprar, você precisa analisar atentamente o rótulo e analisar cuidadosamente as recomendações do fabricante.

Aqueles que são destinados ao uso e contato com a pele cumprem essa única finalidade. Os componentes com os quais é misturado servem para aplacar o efeito secativo do produto e manter a pele mais macia e hidratada. Mas esses mesmos componentes podem acabar engordurando superfícies na hora da limpeza.

Já as versões para limpeza, mesmo quando em gel, levam alguns aditivos que o tornam perigoso ao contato com os olhos ou no contato prolongado com a pele! 

São excelentes para limpar superfícies de metal, mármore polido e azulejos, pois são mais fáceis de manipular, mas tem menos facilidade para penetrar em porosidades quanto a versão líquida.

Mas aí entra uma nova questão: a concentração. Existem diversas opções e cada uma tem a sua própria aplicabilidade. 

Como saber qual é a melhor para o seu caso? É bem simples:

O álcool 46,2º se sai melhor na limpeza de pisos, por exemplo. Neste caso a quantidade aplicada do produto será maior. O tempo de atuação para o produto nessa concentração é de, no mínimo, 10 minutos para a completa assepsia, o que o torna inviável para a limpeza de superfícies de madeira, paredes e semelhantes.

Agora, se você tem necessidade de limpar com máxima eficiência sem precisar deixar a superfície “de molho”, opte pela versão mais concentrada, de 70%. Com ela, não sobram dúvidas quanto à assepsia proporcionada logo no momento da aplicação. E sua abrangência é enorme para a limpeza de um grande leque de materiais. 

Respondidas as dúvidas? Agora é só separar o pano e o produto certo para o seu caso, sem desperdício ou exageros!

Para mais dicas como essas, siga-nos nas redes e continue acompanhando as postagens em nosso blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×